segunda-feira, 25 de janeiro de 2010

soacaos



eis que o que urge de mim é o caos
e é este com que venho amarrado ao pulso
urge que em profundos suspiros de prazer
se vê dominante
em gritos puros de agonia
e cheiro amargo de espasmos
em serenidade crua e desconsertante
em suavidade lenta
urge em tempos de ócio
e se assenta em tempos de guerra
é este que me sai viscoso pelas entranhas
e que me dá
sede.

4 comentários:

Iguimarães disse...

Urge um pouco d'água para limpar esta confusão diária.
Vc que fez o desenho tb?

Wilson Bittencourt disse...

sim sim =)
todos os desenhos são meus.

lalai disse...

socorrammesubinoonibusemmarrocos. ;)
aah, a sede.. sempre sedentos. amém.

Lúcia Neco disse...

"em gritos puros de agonia"

entendo.